quarta-feira, 22 de junho de 2016

Conseguindo um visto para a Bélgica!

Oi pessoal!! Tudo bem?

Eu sei que muita coisa não vai bem, especialmente se você vive no Brasil ou na Bélgica.

O Brasil está não só afundado numa crise financeira que, apesar de ter demorado a chegar, bateu forte e parece ter levado o país ao fundo do poço para todo o sempre... Mas além disso, estamos vivendo um momento de denúncias e punições a corrupções que sempre existiram, dividindo a opinião pública e fazendo da vida do brasileiro um verdadeiro inferno!

Neste momento, a Bélgica também não está lá essas coisas: aparentemente, a Bélgica é o ninho do terrorismo europeu, abrigando radicais islâmicos organizados que dedicam suas vidas (literalmente) a apavorar a população com o objetivo de tirar as tropas belgas - e europeias - da Síria.

Ainda assim, muita gente anda me perguntando como diabos se consegue um visto para a Bélgica? Afinal, com terrorismo e tudo, aqui ainda parece ser um país mais promissor do que o Brasil no momento, acredite você ou não...

Pois bem! Estou aqui escrevendo esse artigo para aquelas pessoas que estão cansadas, desmotivadas e que não aguentam mais o nosso Brasil de meu Deus e estão pensando na possibilidade de vir para a Bélgica tentar a vida.

Primeiro de tudo, é importante dizer que quase todas as informações sobre imigração para qualquer país você encontra no site da embaixada ou do consulado daquele país no Brasil. No caso da Bélgica, as informações que eu vou passar aqui são baseadas no site do Consulado Belga de São Paulo, no site da Embaixada da Bélgica de Brasília e na minha própria experiência.

Bom, vamos lá:












Afinal, QUEM TEM PERMISSÃO PARA IR MORAR NA BÉLGICA?

- Descendentes - óbvio. Se seu pai ou sua mãe é belga, você é também (mas atenção: só até os 28 anos! Vai entender por quê...).

Nem todos os países permitem a dupla nascionalidade, mas para a sua sorte, o Brasil e a Bélgica sim, então vai atrás de requerer um teste de paternidade ou documentos que comprovem a sua descendência que, assim, você tem livre entrada na Bélgica. Se você tem certeza e tem todas as formas de provar que é filho de belga, contacte o Consulado Belga da sua região e peça pelo documento chamado "Conservação da Nacionalidade Belga". Não adianta pedir por esse documento depois dos 28, ou seja, ao completar 28 anos, você acaba perdendo o direito de dupla nascionalidade, então não perca tempo!

Ah! Importante dizer que, para registrar, legalizar e traduzir todos os documentos necessários para a dupla cidadania no Consulado, você vai ter que desembolsar cerca de R$400,00.
Outra coisa importante é que se você teve um filho ou filha com um(a) belga, o procedimento será quase o mesmo, mas você terá que pedir um outro documento no Consulado chamado "Atribuição de Nacionalidade Belga". 

Se é seu avô ou avó ou outro parente que era belga, infelizmente, não há o que fazer. Você não tem direito a cidadania Belga - a não ser que seu bisavô belga, por exemplo, assinou esse documento do Consulado assegurando a cidadania belga ao seu avô, que fez o mesmo para o seu pai, que pode fazer o mesmo para você... entende?

- Apaixonados... Se você caiu na rede belga do amor, é possível que esteja querendo ir para a Bélgica para poder viver feliz para sempre ao lado do seu boy/girl magia. A boa notícia é que você consegue permissão para ficar no país sem precisar se casar com ninguém!
Isso é o que chamamos de Coabitação: Seu parceiro ou sua parceira belga atesta oficialmente que será seu responsável financeira e juridicamente, por tanto, ele ou ela deve responder a alguns pré-requisitos para poder trazer você ao país. Além disso, vocês devem provar que são mesmo namorados por algum tempo e que já se encontraram algumas vezes. Para saber detalhes de como é todo o processo, clique aqui.

Vale lembrar que as regras da Coabitação não é restrita a uma relação amorosa, ou seja, você pode pedir a Coabitação para ir morar com um tio, primo, amigo e etc.

No caso de quem se casa com um ou uma belga, as coisas são um pouco mais simples para conseguir a cidadania belga, mas só um pouco. A chance de sua estadia no país ser negada é quase nula, mas ainda assim, o/a imigrante terá que cumprir com alguns deveres dentro do país.
  
- Trabalhadores! Sim, é possível chegar na Bélgica com seu trabalho garantido! Um dos empregos mais procurados por imigrantes é o de babá, ou Au Pair, sendo que existem agências brasileiras que se dedicam quase que exclusivamente para isso!
Se você manja um pouco de inglês, pode ainda se cadastrar em alguns sites belgas que te encaminham para as empresas que precisam de brasileiros. Para saber mais, clique aqui.

Os estudantes que conseguem bolsas de estudos ou intercâmbios culturais poderão, obviamente, entrar no país, mas terão permissão para ficar apenas durante o período pré-determinado pela bolsa de estudos ou agência responsável. Qualquer estudante que exceder o tempo pré-determinado estará infringindo a lei e permanecendo ilegal, ainda que ele tenha conseguido um emprego.

ENTRANDO ILEGALMENTE






Bom, todos nós, brasileiros, temos permissão para ficar na Bélgica ou em qualquer país europeu por até 90 dias sem necessidade de visto. As regras para turistas são rígidas: se você tem uma passagem de avião de ida e volta de 3 meses, você precisa mostrar que tem dinheiro para se bancar por todo esse tempo, além de estadia comprovada, seguro de saúde e tudo mais (para saber mais sobre Turismo, clique aqui).
Mas é assim que muitas pessoas encontram a chance de entrar no país: uma vez soltas e livres pelas ruas belgas, elas simplesmente tentam encontrar um lugar para ficar e um trabalho de qualquer coisa o mais rápido possível, tudo ilegalmente e com a ajuda de outros que já moram aqui a mais tempo na mesma situação.

A verdade é que, se dentro dos 3 meses que você estiver na Bélgica como turista, você for chamado para trabalhar em uma empresa e ela se compromete a providenciar toda a papelada para você ficar, você terá a oportunidade de ficar LEGALMENTE no país sem qualquer dor de cabeça.
Você pode estar se perguntando "Mas por quê uma empresa iria querer fazer isso por mim?"
Pois saiba que muitas empresas precisam de trabalhadores brasileiros, seja por causa da língua, seja por uma especialização específica - por exemplo, se você for biólogo com experiência em alguma espécime do cerrado brasileiro, ou se você é pedreiro e sabe fazer calçadas no estilo do mozaico português, enfim. Mas além disso, saiba também que muitas empresas recebem subsídios do governo para empregar estrangeiros.

Em outras palavras: se você tem algum talento, venha dar uma pesquisada pessoalmente no país, e vai sondando as oportunidades. Se não der em nada, você volta depois de 3 meses para o Brasil mais preparado e com alguma bagagem cultural! Mas se você não tem dinheiro para vir sondar as oportunidades, avalie bem os riscos de tentar uma vida ilegal na Bélgica. Muita gente conseguiu e está aqui há anos, trabalhando e vivendo ilegalmente. Não conheço ninguém nessa situação que está bem financeiramente, juntando dinheiro, mas existe, sim, gente vivendo melhor assim do que estaria no Brasil. Você deve tomar uma decisão dificil, pesar suas prioridades, saber qual é ou quais são as suas metas na vida.

Envie suas dúvidas por aqui ou deixe um comentário!

Boa sorte!





2 comentários:

  1. Olá, você poderia me dar mais detalhes sobre o processo de coabitarão entre primos? Tenho um primo que é belga, nesse caso consigo morar legalmente na Bélgica se fizermos esse processo?

    ResponderExcluir
  2. Oiee, sou casada e eu e meu marido queremos ir tentar uma vida melhor na Belgica pois aqui no Brasil nao nos resta mais nada. Tenho uma irma que na regiao do flandres ha 12 anos é casada com um belga.
    Eu e meu marido temos chance de conseguir coabitação entre irmaos e morar legalmente na Belgica ??

    ResponderExcluir

Follow by Email